Projetos distinguidos pelo Prémio «Contra a MGF – Mudar aGora o Futuro» (3.ª edição)

Na sequência da abertura de candidaturas à 3.ª edição do Prémio “Contra a MGF – Mudar aGora o Futuro” vieram a ser distinguidos os seguintes projetos:

«Fator M – Ativismo pelo fim da MGF» – entidade promotora: Associação dos Filhos e Amigos de Farim; âmbito territorial: Sintra.
«Pelo Fim da Excisão. Faço (p)arte» – entidade promotora: Associação Mulheres Sem Fronteiras; âmbito territorial: Grande Lisboa.
«Em Rede contra a Mutilação Genital Feminina II» – entidade promotora: Movimento Musqueba – Associação de Promoção e Valorização da Mulher Guineense; âmbito territorial: Odivelas.
Esta é uma iniciativa da Comissão para Cidadania e a Igualdade de Género (CIG), no âmbito do III Programa de Ação para a Prevenção e Eliminação da Mutilação Genital Feminina 2014-2017, integrado no V Plano Nacional de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género 2014-2017.

O prémio dirige-se a associações sem fins lucrativos, que tenham inscrita no seu objeto ou denominação social a promoção dos direitos e interesses específicos de imigrantes, e destina-se a distinguir projetos que contribuam para a erradicação desta prática tradicional nefasta, nos contextos territoriais de risco e junto das comunidades afetadas. Os referidos projetos terão início no dia 1 de Janeiro de 2017.

fonte: Visão Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *